Por que a plataforma deve estar na nuvem?

A plataforma educacional é um software que deve ser executado em algum servidor. Para maximizar os benefícios com o mínimo custo e esforço, é aconselhável configurar os serviços em um provedor de nuvem com alcance global e com alto padrão de qualidade.

A plataforma educacional é composta por um conjunto de peças de software que implementam todas as funcionalidades para professores, alunos e administradores. Esse software deve ser executado em uma infraestrutura de computação que forneça o processamento, armazenamento e acesso à rede necessários. A escolha dessa infraestrutura é fundamental para que o serviço chegue aos usuários da melhor forma possível.

Aulasneo resolve todas as dúvidas sobre infraestrutura de serviços e implementa a melhor solução para suas necessidades específicas.

Você não precisa ter conhecimento ou fazer investimentos para ter a melhor infraestrutura para seu projeto de educação virtual. Dentro Aulasneo Cuidamos de todos os detalhes técnicos para que você não precise se preocupar com nada.

E se você tem uma equipe treinada que deseja saber mais sobre como prestamos nossos serviços, estamos à disposição para responder a quaisquer perguntas e mostrar os detalhes técnicos.

Considerações de infraestrutura

Ao escolher uma infraestrutura para configurar os serviços, deve-se levar em consideração as necessidades do serviço e dos usuários.

acesso à rede

Os usuários acessam o sistema de seus próprios dispositivos por meio de uma rede de dados. Embora em alguns casos, como empresas ou campi universitários, muitos dos usuários estejam em uma rede interna, é necessário considerar que os usuários podem acessar de fora através da Internet. Para isso, os servidores devem ter acesso à Internet que não tenha limitações de largura de banda para evitar lentidão quando vários usuários acessam ao mesmo tempo.

armazenamento

O conteúdo educacional deve ser armazenado para que os usuários possam consumi-lo. Especialmente vídeos e documentos grandes tendem a consumir muito espaço. O armazenamento de dados deve ser gerenciado adequadamente para não ficar sem espaço para novos conteúdos.

acusação

Processadores são os componentes que fazem o software funcionar. Se forem escassos, haverá lentidão ou queda nos serviços. Se forem excessivos, o custo aumentará inutilmente.

Resiliência

Tanto o hardware quanto o software estão sempre sujeitos a falhas. Isso é inevitável. O que pode ser feito é criar mecanismos automáticos para que, mesmo que um componente falhe, o serviço seja mantido com mínima ou nenhuma interrupção. Isso pode exigir a duplicação de componentes e elementos que gerenciam a redundância. A capacidade de um sistema de se recuperar de um evento inesperado é chamada de resiliência.

Uma infraestrutura bem projetada deve resistir até mesmo a um grande evento, impactando até mesmo um prédio inteiro ou até mesmo uma cidade. Isso é chamado procedimentos de recuperação de desastres.

Segurança

Sendo serviços acessíveis pela Internet, estão expostos a possíveis ataques. A arquitetura deve contemplar medidas de segurança que evitem ou mitiguem o impacto desses ataques.

Sistemas operacionais, máquinas virtuais e contêineres

A plataforma educacional requer um software básico que lhe dê acesso a recursos de computação (principalmente processamento, memória, armazenamento, rede, etc.). Sistemas operacionais, virtualizadores e contêineres atendem a essa necessidade. Cuidados especiais devem ser tomados nas versões de cada componente e nos procedimentos de atualização para garantir a compatibilidade e manter o sistema atualizado.

Infraestrutura física

Todos os equipamentos devem estar fisicamente localizados em local que ofereça condições adequadas para operar de forma segura e contínua. Isso inclui:

  • Data center em local projetado para esta finalidade
  • Controle de acesso para pessoas autorizadas
  • Fonte de alimentação com vários fornecedores, gerador elétrico, UPS e painéis automáticos
  • Condicionador de ar industrial e desumidificador projetado especificamente para data centers
  • Sistema de controle de incêndio para data center
  • Organização de cabeamento e instalação física de servidores
  • Rede de dados redundante para data center
  • Monitoramento e controle 24 horas por dia, 365 dias por ano

Tudo isso também deve ser duplicado em outro prédio separado, a vários quilômetros de distância, e de preferência em outra cidade ou país.

Serviços adicionais

Para que o sistema funcione plenamente, é necessário incorporar alguns serviços adicionais, alguns obrigatórios, outros opcionais.

  • DNS: serviço para traduzir os nomes (como https://ejemplo.com) para endereços IP de servidores
  • certificados SSL: são aqueles que permitem criptografar comunicações para garantir privacidade e segurança
  • E-mail: o sistema requer um servidor de e-mail para enviar notificações aos usuários
  • CDN (Content Delivery Network): Serviço opcional que melhora os tempos de resposta em todo o mundo.
  • firewall: filtrar ataques externos
  • Monitoramento: é necessário ter um painel de indicadores que mostrem o estado de saúde de todos os componentes
  • gerenciamento de nuvem: mesmo em data centers próprios, é necessário um sistema que permita o gerenciamento de recursos virtuais

Quando é aconselhável usar meu próprio data center?

Algumas grandes organizações têm seu próprio data center. Se atender aos requisitos mencionados acima, é possível utilizar um data center proprietário. No entanto, mesmo com seu próprio centro, a opção de nuvem deve ser considerada. Um data center próprio pode ser a única opção em organizações regidas por alguma regulamentação específica, como algumas repartições governamentais.

Fora de casos específicos muito específicos, a recomendação geral é usar serviços em nuvem.

Por que é aconselhável usar serviços em nuvem?

Os provedores de serviços em nuvem resolvem toda a complexidade de configurar um data center:

  • conformidade com os mais altos padrões na construção de data centers
  • infraestrutura física completa
  • data centers redundantes e dispersos geograficamente, incluindo centros de recuperação de desastres
  • suporte e manutenção contínuos
  • sistema de controle e gerenciamento de recursos

Além disso, o modelo de negócios é flexível. Os custos estão geralmente associados à utilização, o que permite manter o seu orçamento ajustado ao necessário. Ao contrário de um data center, não há necessidade de investimento inicial.

Ainda assim, desenvolver um sistema de aprendizado em nuvem requer conhecimento de sistemas, redes e operação em nuvem.

Porque é melhor Aulasneo com AWS?

En Aulasneo nós escolhemos AWS (Amazon Web Services) como provedor de serviços em nuvem por vários motivos:

  • Alcance global: a AWS está presente em 26 regiões geográficas ao redor do mundo, permitindo que nos aproximemos dos usuários, não importa onde eles estejam
  • Líder reconhecido em provedores de serviços em nuvem em todo o mundo, com milhões de clientes de todos os tipos
  • Oferece uma ampla gama de serviços que nos permite otimizar a solução em termos de desempenho e custos.
  • Temos a experiência e os recursos necessários para implementar nossos serviços no tempo mínimo necessário e minimizando custos.

Aulasneo faz parte do programa ISV (Fornecedor de software independente) da AWS, o que implica que nossa solução de Open edX É endossado pela AWS para ser oferecido em conformidade com os mais altos padrões de qualidade. Com isso, contamos com o suporte de toda a equipe AWS para garantir o funcionamento do serviço.

Saiba mais sobre a AWShttps://aws.amazon.com/es/what-is-aws/

Andres Gonzalez
COO – Diretor de Operações aulasneo.com

“Aprender algo novo é um dos maiores prazeres que um ser humano pode desfrutar. A tecnologia hoje nos permite aproximar quem quer saber algo de quem pode transmitir. Dentro Aulasneo buscamos facilitar esse processo, viabilizando projetos educacionais, alimentados por tecnologias digitais.”

aulasneo